Assine Já
sábado, 31 de julho de 2021
Região dos Lagos
18ºmax
12ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 46181 Óbitos: 1868
Confirmados Óbitos
Araruama 11325 353
Armação dos Búzios 5463 57
Arraial do Cabo 1574 87
Cabo Frio 12663 757
Iguaba Grande 4763 115
São Pedro da Aldeia 6144 273
Saquarema 4249 226
Últimas notícias sobre a COVID-19
SAÚDE PÚBLICA

São Cristóvão, em Cabo Frio, recebe campanha de vacinação antirrábica nesta quarta-feira (23)

Imunização de cães e gatos a partir de três meses ocorre no bairro até as 14 horas

23 junho 2021 - 10h27Por Redação

Nesta quarta-feira (23) a Campanha de Vacinação Antirrábica para cães e gatos, em Cabo Frio, chegará a São Cristóvão. A imunização será volante por conta da pandemia do coronavírus, por isso os agentes de controle de endemias vão percorrer as residências do bairro seguindo todas as regras de prevenção, conforme determinação do Ministério da Saúde e Secretaria de Estado de Saúde.

A equipe também irá atender em uma base montada na praça do bairro, das 9h às 14h. A imunização é voltada para os animais a partir de três meses de idade. Para os que são de médio ou grande porte, é necessário o uso de focinheira.

CRONOGRAMA DE VACINAÇÃO

Depois de São Cristóvão, a próxima localidade atendida pela Campanha de Vacinação Antirrábica para cães e gatos, em Cabo Frio, será o bairro Santo Antônio, em Tamoios, no dia 14 de julho. Além de percorrer as residências, os agentes aplicarão a vacina antirrábica no ponto de atendimento que será montado no Ginásio Poliesportivo João Augusto Teixeira Silva, e funcionará das 9h às 14h.

O cronograma dos bairros a serem percorridos será divulgado mensalmente. A previsão é de que 25 mil cães e gatos sejam vacinados até o fim da campanha, que vai até o fim de dezembro.

Além da campanha, o município também realiza a vacinação de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, na sede da Vigilância em Saúde Ambiental, localizada na rua Índia, nº 40-A, bairro Jardim Flamboyant, no primeiro distrito.

A raiva é uma doença fatal tanto para animais quanto para humanos. Devido à implantação do Programa Nacional de Profilaxia da Raiva, em 1973, pelo Ministério da Saúde, que preconizou as campanhas de vacinação antirrábica canina e felina, o estado do Rio de Janeiro não registra casos da doença em cães e gatos há duas décadas, podendo caracterizar controle da variante 2, que corresponde à transmissão por cães.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.