Assine Já
quinta, 21 de outubro de 2021
Região dos Lagos
20ºmax
15ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52262 Óbitos: 2141
Confirmados Óbitos
Araruama 12321 438
Armação dos Búzios 6516 72
Arraial do Cabo 1720 92
Cabo Frio 14721 876
Iguaba Grande 5469 140
São Pedro da Aldeia 6984 288
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
Meio Ambiente

Reunião online define ações para fiscalização da Lagoa de Araruama

Operações terão início antes mesmo do período do defeso, em virtude de denúncias de pesca irregular

18 junho 2020 - 12h37Por Redação

Denúncias de pesca irregular na Lagoa de Araruama motivaram uma reunião online, realizada nesta quarta-feira (17), com membros da Câmara Técnica de Pesca do Comitê de Bacia Lagos São João, do Ministério Público Federal (MPF), de entidades pesqueiras, prefeituras e órgãos de fiscalização. No encontro, feito por videoconferência, foram definidas ações para o combate à pesca irregular. Também foi traçado um planejamento para o reforço da fiscalização durante o período de defeso, que ocorre entre agosto e outubro.

Segundo o procurador da República Leandro Mitidieri, o planejamento é importante para garantir o cumprimento das regras.

- A reunião foi realizada para articular a volta da devida fiscalização da pesca na Lagoa de Araruama, pela Upam e guardas municipais. Os próprios pescadores reivindicam a fiscalização, pois a pesca ilegal prejudica o coletivo, principalmente nesse momento de dificuldade pela pandemia - afirmou Mitidieri.

Participou da reunião o comandante do CPAm (Comando de Policiamento Ambiental), coronel Rodrigo Sanglard, com sede no Rio de Janeiro, que anunciou reforço na presença dos agentes em operações durante o próximo defeso, além do comandante da 8ª Unidade de Policiamento Ambiental (UPAm), com sede em Cabo Frio, tenente Douglas.

- Iremos reforçar a fiscalização já a partir dos próximos dias, em virtude dessas denúncias de pesca irregular, mesmo antes do defeso. E teremos operações constantes durante todo o defeso. Estaremos mais presentes na Lagoa de Araruama a partir de agora - garantiu o coronel Sanglard.

De acordo com o presidente do Comitê de Bacia Hidrográfica Lagos São João, Leandro Coutinho, a integração das forças de segurança será fundamental para melhorar a fiscalização do defeso neste ano.

- É muito importante poder contar com a participação ativa do Ministério Público Federal e da Polícia Militar Ambiental, para, juntamente com as guardas municipais e equipes de fiscalização, fazermos uma cobertura eficiente das ações. Estamos nos preparando bem para o próximo defeso - afirma Leandro.

- No começo havia muita resistência em relação ao defeso, muitos pescadores eram contrários. Hoje todos sabem que é necessário. A grande maioria é favorável e colabora muito bem. É muito importante manter os pescadores bem informados sobre a importância do defeso e das demais regras de pesca na lagoa - completou o coordenador da Câmara Técnica de Pesca do CBH Lagos São João, Francisco Guimarães, o Chico Pescador.

Participaram ainda os secretários de Meio Ambiente e de Agricultura de São Pedro da Aldeia, Luciano Pinto e Dimas Tadeu, além de representantes da Secretaria de Meio Ambiente de Cabo Frio, das guardas municipais de Cabo Frio e São Pedro da Aldeia, da Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Fiperj) e da Secretaria de Aquicultura e Pesca do Ministério da Agricultura.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.