Assine Já
domingo, 20 de setembro de 2020
Região dos Lagos
22ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7728 Óbitos: 407
Confirmados Óbitos
Araruama 1514 100
Armação dos Búzios 468 10
Arraial do Cabo 215 13
Cabo Frio 2528 136
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1213 50
Saquarema 1150 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
Prolagos

Prolagos corta água de 16 pontos de Cabo Frio

Quiosques da Praia do Forte e secretarias foram afetadas por corte, motivado por falta de pagamento

19 outubro 2016 - 19h16Por Texto e foto: Rodrigo Branco
Prolagos corta água de 16 pontos de Cabo Frio

Não se sabe se o poço da administração pública de Cabo Frio tem fundo, mas água é certo que não tem. A Prolagos cortou o fornecimento dos quiosques da Praia do Forte e de 15 unidades municipais, entre as quais a Praça das Águas, também no Forte; a secretaria de Fazenda, no Centro; o Mercado do Peixe, no Jacaré; entre outras. O motivo é falta de pagamento – a Folha apurou que a dívida gira em torno de R$ 13 milhões.

Oficialmente, a concessionária não confirma a situação. Em nota, a empresa informou que ‘não fala sobre a situação dos clientes’. Todavia, a reportagem da Folha esteve na orla e atestou a situação. Em parte da praça, o espelho d’água não ultrapassa a espessura de alguns centímetros.

Em outro trecho, próximo à Praça da Cidadania, a situação aparentemente está normal, mas não havia funcionários da manutenção para falar sobre o assunto.

Nos quiosques, contudo, o quadro é crítico. Os 15 estabelecimentos contam apenas com a água armazenada nas cisternas. São três delas com capacidade de 10 mil litros para cada grupo de três quiosques e um banheiro público.

Segundo  o presidente da associação dos donos de quiosques, Launi Peixoto Castro, a quantidade é suficiente para consumo apenas até o dia de hoje. Sem uma solução a curto prazo em vista, ele já vislumbra ter que providenciar carros-pipa para que ele e os colegas consigam trabalhar. Ele confirmou que existe dívida do poder público com a concessionária.

– Amanhã (hoje) vou à sede da Prolagos, em São Pedro, para tentar resolver essa situação. A proposta é tirar isso (conta d’água) da Prefeitura. Queremos que cada quiosque tenha o seu relógio (hidrômetro) e cada banheiro também. O problema é que o banheiro é público. Mas pelo menos a parte comercial vai estar resolvida – argumenta Launi, que espera ‘sensibilizar’ a concessionária para restabelecer o fornecimento de imediato.

Às vésperas da alta temporada, o comerciante se preocupa com a situação.

– A hora que aconteceu pelo menos foi boa. Imagina se acontece na semana passada, cheio de mineiros aqui. Eu agradeço esse azar – ironiza o empresário, insatisfeito com a situação.

Prefeitura nega dívida e diz que problema é em rede distribuidora

Procurada pela reportagem para falar sobre o assunto, a Prefeitura de Cabo Frio negou que o problema no abastecimento de água tenha acontecido por dívidas junto à Prolagos. Segundo a assessoria de Comunicação da Prefeitura, o problema foi causado pela quebra em um equipamento de distribuição e ‘já foi consertado’.

De acordo com o texto, a circulação de água ‘foi restabelecida’ e a situação na sede da Prefeitura, normalizada. Todavia, a Prefeitura disse que ‘não foi informada de falta d’água em outros locais’.