Assine Já
segunda, 25 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
30ºmax
21ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 22503 Óbitos: 742
Confirmados Óbitos
Araruama 5567 166
Armação dos Búzios 2960 30
Arraial do Cabo 651 33
Cabo Frio 6068 247
Iguaba Grande 1988 50
São Pedro da Aldeia 3048 106
Saquarema 2221 110
Últimas notícias sobre a COVID-19
buscas

Bombeiros prosseguem buscas a pescador desaparecido em Cabo Frio

Procura por Samuel Malaquias chega ao quarto dia com equipes reforçadas

15 agosto 2017 - 12h59Por Texto e foto: Rodrigo Branco
Bombeiros prosseguem buscas a pescador desaparecido em Cabo Frio

O Corpo de Bombeiros entrou nesta terça-feira (15) no quarto dia de buscas pelo pescador Samuel Luciano Malaquias, de 22 anos. Ele está desaparecido desde o último sábado, depois de ser levado pelas ondas enquanto pescava nas pedras da Praia Brava, em Cabo Frio.

Os militares procuram por Samuel desde o dia do incidente, mas as condições do mar, agitado e com ondas grandes, vêm dificultando o trabalho. Dez bombeiros, divididos em motos aquáticas e botes, estão envolvidos na operação. O caso ainda é tratado como desaparecimento, já que não há testemunhas que tenham visto o pescador se afogar ou afundar.

– O mar está muito mexido, o que dificulta as buscas em canto de pedras, até para não expor nossa guarnição. A gente está empenhado para ver se aparece o senhor Samuel – assegurou o comandante do 18º Grupamento de Bombeiro Militar (18º GBM), tenente-coronel Cássio Capelli.

De acordo com o Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), embora não vá registrar as ‘superondas’ do último fim de semana, até quinta-feira, o mar no litoral da região permanecerá alto, com ondas medindo em torno de 2,5 metros de altura. De acordo com o comandante, a população deve manter-se em estado de alerta nos próximos dias.

– O Corpo de Bombeiros sempre indica para a população que não venha para praia porque vai acabar se expondo. Obviamente, praia segura é praia com guarda-vidas. Então se quiser vir, que venha para o local que tenha guarda-vidas. A praia está sinalizada com bandeira vermelha para impedir que a pessoa entre code forma afoita no mar com condições inapropriadas – alerta o tenente-coronel Capelli.