Assine Já
segunda, 18 de novembro de 2019
Região dos Lagos
26ºmax
18ºmin
Apartamento
AP REC BANNER
Geral

Eleitos e derrotados falam após o resultado das eleições

Campanha eleitoral e planos para o futuro são comentados por participantes do último pleito

09 outubro 2018 - 10h30
Eleitos e derrotados falam após o resultado das eleições

Após a apuração dos votos válidos no domingo, Cabo Frio ficou com um saldo de dois candidatos a deputado estadual eleitos: Dr. Serginho, do PSL, teve 26.906, ficando em 50º lugar entre os 70 eleitos. Já Mauro Bernardo, do PROS, teve 16.855 votos, entrando na 68ª posição.

O candidato mais votado de Cabo Frio, Doutor Serginho, do PSL, afirmava que esperava receber cerca de três mil votos, e por isso, se disse surpreso com a expressiva votação, a qual ele creditou a uma renovação da Alerj.

– A gente credita essa votação expressiva à renovação. O povo quer mudança e os políticos novos tiveram grandes resultados nessa eleição. Eu apresentei minhas propostas, e o povo da Região dos Lagos abraçou a minha forma de fazer política, e isso nos deu essa expressiva votação – disse ele.

Questionado sobre qual será sua primeira atitude ao assumir a cadeira na Alerj, ele afirma que pretende olhar com mais atenção para o turismo da região, além de tomar ações que valorizem algumas categorias profissionais.

–Vamos dar início às inúmeras propostas de reforçar o turismo de qualidade na Região dos Lagos, para que o turismo seja tratado de maneira única na região, não isolada nas cidades. Vamos dar início aos projetos que queremos colocar em prática, valorizado os policiais e professores, pois entendemos que segurança pública e educação são primazias para que o estado melhore – completou.

LEIA MAIS – Mauro Bernardo foi eleito deputado estadual com 16, 8 mil votos

LEIA MAIS – Após perder mandato, Janio diz que vontade das urnas tem que ser respeitada

LEIA MAIS – Fora da Alerj, Alair diz que eleitores preferiram vender votos

De Búzios, a candidata Gladys Costa, do PROS, também foi outra que não conseguiu se eleger. Com 5.347, ela afirma que se sente vitoriosa pela campanha.

– A gente sempre espera o melhor, uma vitória, principalmente pelo trabalho que eu venho fazendo em Búzios. Mas de qualquer forma, eu me senti muito vitoriosa e honrada com o resultado. Eu fui a campeã de votos aqui, com uma campanha sem dinheiro e sem boca de urna. Sou grata ao povo de Búzios – disse ela, que explicou que já está em campanha para concorrer à Prefeitura de Búzios em 2020.

A situação foi pior para os candidatos da região a deputado federal. Nenhum deles conseguiu se eleger. Entre alguns deles estão Doutor Paulo César, do PR, que angariou 12.104 votos, Carlos Victor, do DC, que obteve 7.180 e Edilan do Celular, do PRP, que foi votado por 5.071 eleitores, além de Mauro Lobo, do DEM, que teve 4.392 votos, e Jullia Turrini, do PSOL, com 662 votos válidos.

Bonifácio recebeu mais de 300 mil votos para o Senado

Único candidato ao Senado da Região dos Lagos, José Bonifácio, ex-prefeito de Cabo Frio, obteve pouco mais de 313 mil votos. Ele afirma que não pretendia se candidatar ao cargo, e o fez por conta do partido, o PDT. Mesmo sem conseguir se eleger, ele se disse feliz com a campanha.

– Acho que cumpri meu papel, com dignidade. Enquanto Deus me der saúde, vida e disposição, vou estar sempre lutando para reduzir as desigualdades – afirmou ele, que não creditou a sua derrota a apenas um fator específico.

– Não teve um fator específico, no Estado sou uma figura pouco conhecida em comparação com outras figuras, como o ex-prefeito César Maia, o próprio Lindbergh Farias, então estou com a consciência tranquila, dei o melhor, ganhar ou perder faz parte do regime democrático – declarou ele, que afirmou que a partir de agora irá se dedicar inteiramente às suas atividades como presidente do partido no Estado.