Assine Já
segunda, 18 de novembro de 2019
Região dos Lagos
26ºmax
18ºmin
Apartamento
AP REC BANNER
posse

Contas de campanha são aprovadas e posse de Adriano deve acontecer na próxima semana

Membro da transição não confirma nomes, mas diz que '70% do secretariado' estão definidos

07 julho 2018 - 10h50Por Rodrigo Branco | Foto: Divulgação
Contas de campanha são aprovadas e posse de Adriano deve acontecer na próxima semana

A expectativa de integrantes da cúpula do prefeito eleito Adriano Moreno (Rede) é que a posse dele aconteça a partir de segunda (9). Antes disso, contudo, é preciso que o juiz eleitoral Vinícius Marcondes de Araújo marque a diplomação de Adriano, o que deve acontecer a qualquer momento, pois as contas de campanha já foram aprovadas.

– As contas foram aprovadas sem ressalvas e agora há os trâmites necessários para a posse. Acreditamos que haja novidades a partir de segunda-feira – disse Jorge Queiróz, que faz parte da equipe de transição e está cotado para assumir alguma pasta na nova gestão.

Aliás, Queiróz não quis confirmar os nomes que estão na lista de um possível secretariado, divulgada na edição de ontem da Folha dos Lagos. Segundo o jornalista, o futuro prefeito ainda está em conversas para fechar o primeiro escalão, que deve ser divulgado até a próxima terça-feira (10).

Queiroz avalia que cerca de ‘70% da equipe esteja formada’. Seja como for, o assessor confirmou que não haverá pompa na diplomação tampouco para a posse do novo prefeito ou o anúncio do secretariado.

– A posse será muito simples. O prefeito não quer festa, pois o motivo é de alegria com todo esse processo que a cidade viveu – explica Jorge Queiróz.

A reportagem tentou entrar em contato com o cartório eleitoral de Cabo Frio para saber se há uma data para a diplomação de Adriano, mas ontem a repartição ficou fechada em função do jogo do Brasil na Copa.

Juiz nega participação – Após a polêmica do pagamento de metade do 13º salário pago apenas a comissionados, o juiz eleitoral Vinícius Marcondes de Araújo se manifestou sobre o assunto. Ele negou ter sido informado pelo prefeito em exercício, Aquiles Barreto (SD), sobre a iniciativa.

“Tendo em vista notícias publicadas de que a antecipação de pagamento de 13º salário a funcionários comissionados da prefeitura de Cabo Frio teria sido comunicada a este magistrado. Registro que tal não corresponde à realidade. Recebi, a pedido, o prefeito interino e o prefeito eleito para reunião, oportunidade em que deixei claro que não possuo competência para interferir em atos de governo ou de transição de governo, tampouco na ocasião foi ventilada a hipótese de pagamento de 13º adiantado, até porque, repito, essa providência não se encontra dentro da esfera de minhas atribuições”, disse em nota.