Assine Já
terça, 29 de setembro de 2020
Região dos Lagos
25ºmax
20ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
Coluna

Uma nova Cabo Frio, um novo cabo-friense

18 junho 2020 - 15h55

Diferente do que alguns políticos pensam, e agem, hoje temos uma nova Cabo Frio habitada por um novo povo cabo-friense - o mesmo povo, porém maduro e bem diferente. Uma gente sofrida, massacrada pela corrupção, saqueada da pior maneira, que aprendeu a duras penas, e regado a muitas lágrimas e perdas, que a sua única arma é o voto consciente. 

Após décadas de revezamento do poder, vendo os mesmos titulares do jogo enriquecendo - e a seus parentes e partidários -, e depois de um tiro no pé, fruto da confiança depositada nas Eleições Suplementares ao atual Prefeito de Cabo Frio Dr. Adriano - onde ele apregoava o rompimento com o sistema e os modelos anteriores de gestão e o que fez foi manter a antiga fórmula de governar a cidade -, o cidadão cabo-friense demonstra, através da sua indignação e revolta, ter chegado ao seu limite, não suportar mais tamanhos descalabros e as atrocidades cometidas em nome do povo, mas que beneficiaram apenas a mesma patota do poder, culminando numa cidade devastada, da entrada a saída, do lado de cá da ponte ao lado de lá, chegando a nossa querida Tamoios. 
Ainda sob o efeito da ação da Polícia Federal na cidade ( o que sabíamos que ia acontecer e aliás já era para ter acontecido ), o povo em êxtase, comemorou sim a chegada da PF, que trouxe com ela, além dos mandados de busca e apreensão, a esperança renovada de que o tempo de impunidade, enfim parece ter acabado em nosso país e na nossa Região dos Lagos. 

Uma série de desatinos foram observadas durante o dia da ação da Política Federal, de paus mandados da mídia defendendo seus salários e portarias ( e seus chefes ) a informações desencontradas, implantadas propositalmente para desviar o foco real da visita e para fechar com chave de ‘ouro’, a nota mentirosa do Prefeito e da Prefeitura usando o mantra de cada gestor de Cabo Frio, culpando unicamente e tão somente a gestão anterior e ainda jogando no colo dos Vereadores - e de toda Câmara -, fato já desmentido por eles, que todas as informações sobre as ações e investimentos ou destino dos recursos contra a Covid-19 foram encaminhadas a Câmara, dando a entender que os mesmos sabiam e avalizaram tudo. 

Um verdadeiro teatro, porém hoje com a plateia atenta, fiscalizando e totalmente revoltada com as falácias e com os personagens.

No mesmo dia tudo veio a tona, fazendo assim o Prefeito e a Prefeitura passarem vergonha, bem como seus defensores. 

O povo acordou, ou melhor, despertou. 

O voto vendido de ontem, hoje gera arrependimento a quem vendeu, por sentir na pele, uma Cabo Frio desestruturada, refém ( por enquanto ) de uma máquina engessada, capaz tão somente de manter as boquinhas de alguns poucos bajuladores, e sempre os mesmos. 

Pelo menos para uma coisa serviu o Dr. Adriano, atual Prefeito de Cabo Frio, que após a decepção do voto da Mudança, que não mudou nada, piorou, gerou nos eleitores e cidadãos um clamor e um sentimento de basta, chega, não queremos mais, e que juntos podemos acabar com essa farra com os cofres públicos, que por anos sacrificaram os mais humildes e a maioria do povo, que sempre pagou a conta - altíssima por sinal - dos mandos e desmandos locais. 

E assim, diferentes, o povo ruma para as Eleições 2020, com os olhos bem abertos em quem sempre fez parte desse teatro e que hoje insiste em tentar enganar, convencer a população com as mesmas ladainhas e historinhas para boi dormir. 

Sabemos que Eleição só se ganha após as urnas abertas e a contagem oficial divulgada, mas dessa vez, quem ganhará as Eleições em Cabo Frio será o povo, que reescreverá uma nova história para a nossa cidade, trocando os personagens, e jogando para coadjuvante, aqueles que sempre protagonizaram as maiores desgraças da população.