Assine Já
quarta, 21 de outubro de 2020
Região dos Lagos
26ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
Coluna

Mostre-nos suas mãos e legado em Cabo Frio

17 julho 2020 - 11h51

Os absurdos em Cabo Frio, de uns anos para cá, se agigantam e o município renderia enredos de folhetins que vão desde o dramalhão mexicano as páginas policiais, dos escândalos ao descaso e a insistente maldição que não nos abandona, ano após anos. 

Falando das eleições municipais de 2020, do número exorbitante de prés-candidatos a Prefeito - do mais transloucado e dito independente, as mesmas raposas velhas de sucupira - ao número igualmente ensandecido de prés-candidatos a Vereador. 

Tem de tudo nesse folhetim. Do falso novo que presta serviços a todos os Governos, é da base do Prefeito atual, e nega fazer parte daquilo que sempre lucrou, e muito, aos mesmos rostos, que sem mandato, tentam hoje ressuscitar acreditando na memória curta do povo, ou do possível desgosto com o tal 'novo'. 

Os discursos e mantras eleitoreiros são os mesmos, igual as velhas caras de pau. 

O lapso e o esquecimento também acometeu alguns 'candidatos', que responsáveis pelo caos em que estamos atolados, não falam, ou assumem, que fizeram parte de quase todos os Governos anteriores. 

Ladainhas, historinhas para boi dormir, falácias, invencionices, portais e sites particulares usados para denegrir a imagem do oponente, ou inimigo mesmo, e agora, ancorados pela moda das lives. 

Todos fazem lives. E todas são um sucesso - ou será que só eu não vejo nenhuma?

De cada lado brota a multidão de parasitas, uns mais, outros menos, para defender os seus nomes de políticos de estimação. 

Faltam defesas de ideias, faltam argumentos, faltam projetos e faltam nomes capacitados. 

Sobra a mesma 'velha política' das mesmas táticas, do mesmo joguinho, onde cada um defende o seu pão - ou assim pretende - sem se preocupar, como sempre foi aliás, em décadas, com o presente e o futuro da nossa Cabo Frio. 

Grupos políticos preocupados com seus umbigos e claro, o de suas famílias. 

No meio disso tudo, nessa multidão de candidatos afoitos para aparecer - eu mesmo recebo mensagens diárias de autoconvites para irem aos meus programas de rádio e TV -, vemos uma maioria sem nada a apresentar, ou a acrescentar, para a nossa cidade. 

Mostre-nos suas mãos. 

O que fizeram, ou fazem, esses pretensos candidatos por Cabo Frio, por seus bairros e comunidades?

Qual legado podem apresentar como seu em benefício da população cabo-friense e do bem comum? 

Desde quando se preparam, estudam e são treinados para o cargo público no município? 

Qual ação social fizeram por Cabo Frio nesse tempo difícil de pandemia da Covid-19? 

Em que estiveram ou estão envolvidos em Cabo Frio, além do desejo de ser Político? 

Além de vídeos, cobranças e da maioria ter surgido agora para detonar um Governo já destruído, e sem credibilidade, o que faziam, por onde andavam e onde estavam? 

O povo precisa estar atento aos 'falsos novos', que se analisarem seu passado, e histórico, são piores - por incrível que pareça - com o que já temos. 

Cabo Frio não suporta mais errar, andar para trás e precisa, urgentemente, se livrar dessa maldição e voltar a crescer, voltar a sorrir, voltar a dar alegria ao seu povo, e dignidade as famílias mais humildes e carentes, uma cidade que renasça sem os mesmos vícios da politicagem que destruiu tantos sonhos e ceifou tantas vidas, e ainda nos acorrentou a um passado vexaminoso. 

Olhe bem para as caras de pau e analise o trabalho de suas mãos, seu legado para Cabo Frio e o seu passado, para assim, reescrevermos nosso presente, vislumbrando um futuro, melhor e libertos.