Assine Já
segunda, 13 de julho de 2020
Região dos Lagos
28ºmax
16ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
Coluna

Mães de Cabo Frio - Mulheres que se doam

06 maio 2020 - 22h35

No próximo domingo, 10 de maio, será comemorado o dia das mães. Venho utilizando este espaço, e demais espaços da imprensa, para denunciar injustiças ocorridas em nossa cidade. Nesse contexto, me sinto na obrigação de refletir sobre as mães de Cabo Frio, mulheres que sofrem e são sempre postas à margem das ações governamentais. 

Recentemente, a prefeitura de Cabo Frio demitiu 3 mil profissionais, a maioria mulheres, que ocupavam diversas funções primordiais a nossa educação. Mulheres que são professoras, assistentes de classe, inspetoras, merendeiras e, acima de tudo, mulheres que são mães. Muitas sustentam, sozinhas, o próprio lar e os filhos. Apesar disso, essas trabalhadoras foram arbitrariamente impedidas de levar o sustento para as suas casas, justo no momento social mais difícil que se encontra a nossa cidade. 

Foi também uma mulher, mãe e enfermeira, que teve a coragem de denunciar, por meio de vídeo, a falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) na rede pública de saúde. Saúde Pública essa que o governo insiste em terceirizar e em fazer precarização institucionalizada, ao contratar OSs (Organizações Sociais) para substituir o dever municipal de garantir saúde de qualidade aos cidadãos.

Falamos de máscaras e de mulheres guerreiras que movimentam a economia. Nesse sentido, não podemos nos esquecer das costureiras que formam os polos têxteis e de moda praia da cidade, as quais representam mais de 90% do setor, segundo a Associação da Rua dos Biquínis. Essas mulheres, muitas delas mães, ainda não tiveram nenhum apoio do poder público no sentido de fabricar e distribuir, gratuitamente, a toda a população de Cabo Frio, as máscaras recomendadas para a prevenção da doença. 

O dia das mães em Cabo Frio é dia de festejar a vida e de valorizar a família, mas, acima de tudo, é dia de lutar pelos direitos dessas mulheres que estão sendo postas de lado por conta de governantes insensíveis e incompetentes.