Câmara de Cabo Frio concede abono de R$ 1 mil a funcionários

“Dinheiro foi de economia feita na gestão”, disse Aquiles; internautas reclamaram

Publicado em 10/01/2019 às 10:25

A Câmara Municipal de Cabo Frio concedeu um abono de R$ 1 mil para todos os servidores no fim do ano passado. O abono foi concedido em cota única aos servidores ativos, tanto para os comissionados como para os efetivos, com exceção dos vereadores. O projeto, de autoria do vereador Aquiles Barreto (SDD), que era o presidente da Câmara até o dia 31 de dezembro, foi aprovado por todos os vereadores e sancionado pelo prefeito Adriano Moreno (Rede). O dinheiro para os pagamentos saiu dos recursos destinados ao Poder Legislativo para o ano de 2018.

Aquiles justificou a medida dizendo que a Câmara fez uma economia de recursos ao longo do ano, e, mesmo com o abono, o Poder Legislativo ainda devolveu R$ 200 mil para a Prefeitura.

– O meu mandato como presidente terminou com cerca de R$ 400 mil em caixa. Todos os vereadores resolveram assinar um projeto pra dar abono aos funcionários, não concedendo aos vereadores, e igualmente a todos os funcionários, desde a limpeza até diretores. E, ainda assim, devolvemos outros quase R$ 200 mil para a Prefeitura, dinheiro que ajudou no pagamento da folha salarial da Prefeitura. Acredito que fizemos a nossa parte, pois o dinheiro do abono foi fruto de economia feita na gestão. Não tiramos mais recursos do governo, apenas administramos de forma séria e transparente. Todos os gastos do ano estão no portal da transparência. Então, eu vejo com alegria poder proporcionar ao funcionário da Câmara esse abono e, ainda assim, ajudar a Prefeitura a pagar os funcionários – disse o vereador.

Nenhum dos demais vereadores procurados pela reportagem se manifestou, incluindo o atual presidente da Câmara, Luis Geraldo (PRB), o líder do governo, vereador Miguel Alencar (PPS) e o líder da oposição, vereador Rafael Peçanha (PDT). A Folha também solicitou um posicionamento institucional da Câmara, via assessoria de imprensa, mas não teve resposta.

Na internet, moradores da cidade reclamaram da medida. Em uma enquete feita pela Folha nas redes sociais, internautas questionaram o critério utilizado para a medida.

– Qual o critério utilizado para se determinar quem realmente foi relevante? O que determinou que funcionários da Câmara são mais importantes, mais relevantes e merecedores de abono e os outros tantos funcionário não o são? – perguntou Simone King.

Para Sinéa Barbosa de Oliveira, o dinheiro deveria ter sido transferido em sua totalidade para a Prefeitura.

– Não concordo, esse dinheiro poderia ser devolvido para os cofres da Prefeitura para ajudar a pagar aos servidores (eu sou servidora), que ainda não receberam o mês de dezembro. Seria mais ético – disse ela.

Já o internauta Betinho Novellino foi mais direto.

– Essa Câmara é brincadeira de criança – afirmou.

Veja também

Compartilhe:  

COMENTÁRIOS

EXPEDIENTE

Rodrigo Cabral

Diretor

Fernanda Carriço

Chefe de Reportagem

fernanda.carrico@folhadoslagos.com

Redação, Administração, Publicidade e Assinatura

Avenida Francisco Mendes 226, loja 06, Centro - Cabo Frio - RJ

Propriedade da Sophia Editora Eireli - ME.

CONTATO

Redação

folhadoslagos@ig.com.br redacao@folhadoslagos.com
(22) 2644-4698 - Ramal 206
(22) 9971-7556

Publicidade

(22) 2644-4698 - Ramal 215
(22) 9971-7841

Central do Assinante

(22) 2644-4698
(22) 9971-7841