MPF cobra ordenamento e melhorias na Praia do Peró, em Cabo Frio

Encontro reuniu representantes do poder público e diversos segmentos ligados ao bairro

Publicado em 20/03/2019 às 09:40

RODRIGO BRANCO

O Ministério Público Federal (MPF) realizou nesta terça-feira (20) uma reunião em um hotel no Peró para tratar do ordenamento e limpeza da praia, que tem a certificação internacional do Bandeira Azul. O encontrou reuniu cerca de 100 pessoas, entre representantes do poder público municipal, autoridades de segurança, comerciantes, empresários do setor turístico e integrantes de organizações não-governamentais que atuam no bairro.

Durante a reunião, que durou mais de três horas, apesar do tom amistoso, houve cobranças de parte a parte. Da parte do procurador da República Leandro Mitidieri Figueiredo, as principais exigências, assim como já havia feito em outras reuniões do MPF Praia Limpa, foram pela limpeza e ordenamento do local. Quanto ao primeiro, está prevista uma nova ação de retirada de resíduos, só que desta vez, na área das dunas. 

Em relação ao segundo ponto, foi cobrada maior fiscalização por parte da prefeitura e adequação dos quiosques que, por terem estrutura de fibra de vidro, não podem contar com fogões no seu interior.  Sobrou até para os Bombeiros e para a polícia. Do primeiro, o procurador pediu explicações sobre a falta de efetivo no lado das dunas e dos policiais foi exigida a solução do caso do bugre que arrebentou uma corrente durante o Carnaval. 

– Foram combinadas ações exemplares de fiscalização. Precisa ter na duna do Peró uma fiscalização para ver os carros que transitam na areia porque ali está uma bagunça – disse Mitidieri.

Para o coordenador geral de Meio Ambiente de Cabo Frio, Mario Flavio Moreira, o encontro foi positivo. De acordo com Mario Flavio, a reunião foi a chance do poder público cobrar a participação da sociedade na resolução dos problemas no bairro.

Ele confirmou que após a Semana Santa a orla vai passar por uma segunda etapa de obras para a obtenção da certificação definitiva do Bandeira Azul. Os trabalhos devem estender-se até novembro, período durante o qual a bandeira será descerrada.

O coordenador de Meio Ambiente disse ainda que a prefeitura comprometeu-se não apenas com a questão das melhorias estruturais, mas também com a limpeza e a fiscalização. A instalação de lixeiras e o descarte dos restos de coco foram lembrados por Mario Flavio.

– Vão chegar as novas lixeiras contêiner. Vamos continuar a fiscalização tanto da coordenadoria como da Postura e da Guarda Municipal. Cobramos dos quiosques manter a praia limpa e dos carrinhos a colocação de lixeiras, além de não comprar coco do vendedor clandestino. O cara que vende o coco credenciado tem o compromisso de levar a carcaça para o aterro sanitário. O clandestino vende mais barato e não tem esse compromisso – explicou o coordenador.

Por sua vez, a ONG Amigos do Peró fez uma série de reivindicações ao Ministério Público Federal, entre elas o apoio e acompanhamento para as ações do projeto Bandeira Azul; o apoio para que o município destine recursos do FECAM para que a concessionária de esgoto faça a rede separativa no bairro e destinação de um percentual de arrecadação dos estacionamentos para preservação ambiental da sua orla e vias de acesso.

Também foi pedido policiamento ostensivo, informações sobre o projeto de maricultura, um projeto de arborização com espécies típicas de restinga e a supressão de espécies invasoras.

Lagoa – O Ministério Público Federal (MPF) realizará amanhã fiscalização nas valas de esgoto na Lagoa de Araruama. A ação faz parte do projeto MPF Praia Limpa em parceria com os projetos locais Pescadores da Lagoa e SOS Lagoa. Participarão da fiscalização concessionárias, municípios, pescadores e associações.

– Trata-se de um importante desdobramento do MPF Praia Limpa nessa parte tão nociva do esgoto nas lagoas, rios e praias”, afirma o procurador da República Leandro Mitidieri.

As atividades terão início às 8h e o ponto de encontro será em frente a Capitania dos Portos em Cabo Frio.

 

Veja também

Compartilhe:  

COMENTÁRIOS

EXPEDIENTE

Rodrigo Cabral

Diretor

Fernanda Carriço

Chefe de Reportagem

fernanda.carrico@folhadoslagos.com

Redação, Administração, Publicidade e Assinatura

Avenida Francisco Mendes 226, loja 06, Centro - Cabo Frio - RJ

Propriedade da Sophia Editora Eireli - ME.

CONTATO

 

Redação

folhadoslagos@ig.com.br redacao@folhadoslagos.com
(22) 2644-4698 - Ramal 206
(22) 99613-2841 | (22) 99933-2196

Publicidade

(22) 2644-4698 - Ramal 215
(22) 99887-3242

Central do Assinante

(22) 2644-4698
(22) 99776-2956