ICMBIO veta fazenda marinha de 200 hectares

Órgão relatou que não está claro o impacto ambiental que será causado na Praia do Foguete

Publicado em 09/06/2018 às 11:25

Prevista como o maior empreendimento de maricultura a ser construído no Brasil, a Fazenda Marinha da Praia do Foguete teve a instalação negada pelo Instituto Chico Mendes (ICMBio) na semana passada. O órgão federal ambiental alegou que não está claro o impacto ambiental que a fazenda de 200 hectares, o que equivale a 200 vezes o tamanho do gramado do Maracanã, poderá causar na Reserva Ambiental, localizada no limite dos municípios de Cabo Frio e Arraial do Cabo. O instituto informou que também faltam informações sobre o mesmo.

- Nós encontramos algumas fragilidades no estudo não tem informações suficientes para a gente poder fazer uma real analise de impacto na área da Resex, por exemplo, sobre as correntes e para onde serão carregados os resíduos da fazenda marinha – justifcou Viviane Lasmar, responsável pela reserva extrativista (Resex) de Arraial do Cabo.

A instalação da Fazenda Marinha é um projeto do grupo MSB, grupo especializado em aquicultura 360º. No site da empresa há a informação de que o empreendimento vai gerar 2 mil empregos, sendo 500 deles diretos e os 1.500 restantes, nas atividades econômicas indiretas e relacionadas com o cultivo, a depuração e logística da produção de moluscos. Mas, segundo a chefe do ICMBio, a atividade aconteceria em uma área que os pescadores artesanais pescam, o que poderia afetar diretamente a atividade pesqueira.

- No estudo afrma que não tem o uso da área para pesca artesanal, mas a gente fez contato com a Colônia de Cabo Frio e nossos próprios pescadores também utilizam essa área pra pesca. Enfm, tem algumas informações e por ser o maior empreendimento Brasil (quase 200 hectares) a gente entendeu , entre outros pontos, que não tem informação sufciente para ter uma tranquilidade em relação aos possíveis impactos na reserva extrativista . Então fomos de parecer contrario a emissão da licença e pedimosmais informações sobre o empreendimento – fnalizou Vivianne.

Em recente entrevista à Folha dos Lagos sobre a instalação da Fazenda Marinha, o presidente da Colônia de Pescadores Z4, Alexandre Marques, informou que a entidade também havia emitido um parecer contrário à instalação e que os órgãos municipais não foram ouvidos durante o processo.

– Li o relatório e, na parte prática, não tem como o empreendimento ser instalado alinda tem a poluição visual. Alegam que vai ter muitos empregos, mas acho que vai mais prejudicar do que benefciar. Estou surpreso com o avanço do processo de licenciamento no Inea, enquanto nenhum setor de Cabo Frio sabia desse empreendimento – disse Alexandre Marques na época à Folha dos Lagos

 

Veja também

Compartilhe:  

COMENTÁRIOS

EXPEDIENTE

Rodrigo Cabral

Diretor

Fernanda Carriço

Chefe de Reportagem

fernanda.carrico@folhadoslagos.com

Redação, Administração, Publicidade e Assinatura

Avenida Francisco Mendes 226, loja 06, Centro - Cabo Frio - RJ

Propriedade da Sophia Editora Eireli - ME.

CONTATO

Redação

folhadoslagos@ig.com.br redacao@folhadoslagos.com
(22) 2644-4698 - Ramal 206
(22) 9971-7556

Publicidade

(22) 2644-4698 - Ramal 215
(22) 9971-7841

Central do Assinante

(22) 2644-4698
(22) 9971-7841