Araruama registra quatro tremores de terra

Fenômenos são sentidos na região de Praia Seca em intervalo de 40 minutos

Publicado em 15/05/2018 às 09:56

Na tarde do último domingo, em um intervalo de cerca de 37 minutos, quatro tremores de terra foram sentidos na região da Praia Seca, na cidade de Araruama. Um desses tremores teve magnitude de 2,6 e foi registrado às 18h02 pela Rede Sismográfica Brasileira.

De acordo com o órgão, que tem como objetivo monitorar fenômenos como este em todo o Brasil para gerar informações que suportem a investigação da estrutura interna da terra, anteriormente outros três tremores foram registrados às 17h25, 17h34 e 17h36, todos de baixa intensidade, e que exatamente por isso não puderam ter suas magnitudes estimadas.

O epicentro do tremor de maior magnitude, mensurado em 2,6 , foi registrado na margem continental, entre o oceano e o continente. Segundo a Rede Sismográfica Brasileira, a localização do epicentro tem margem de erro de 15 km.

Nas redes sociais, moradores da região relataram suas experiências durante os momentos em que os tremores foram sentidos durante o domingo. Uma das internautas, moradora do bairro Fazendinha, relatou como foi sua experiência no momento dos abalos sísmicos.

– Ontem à tarde eu estava no quarto deitada e meu filho na sala brincando. Aí eu escutei um barulho tipo uma trovoada. Meu filho correu no quarto e falou: mãe, a casa tremeu, foi um terremoto. Eu achei que era coisa da cabeça dele, que se tratava apenas de uma trovoada mesmo. Mas agora estão tendo relatos que realmente aconteceu um tremor de terra. Várias pessoas sentiram a casa tremer, janelas, portas – relatou.

Também através das redes sociais, outras duas moradoras da região comentaram como sentiram os tremores.

– Realmente, eu senti também, ouvi um barulho muito forte, como se fosse um trovão e em seguida tudo começou a tremer. Foi rápido, mas me deu certo receio – disse.

– Eu não sei o que foi, mas senti o chão e as paredes da minha casa tremerem, além de um barulho de um trovão bem longe. Até pensei que fosse chuva vindo. Isso foi quase 18h – declarou outra internauta.

Segundo a Rede Sismográfica Brasileira, a hipótese mais provável é de que os tremores tenham acontecido devido a causas naturais. Somente este ano, três tremores de terra como os que foram sentidos em Araruama foram registrados em todo os estado do Rio de Janeiro. Dois deles, de magnitude 1,7 e 1,8, em São José de Ubá, no mês passado, e outro em Cantagalo, de magnitude 1,8, no mês de janeiro.

Em 2017, aconteceram um total de 21 abalos sísmicos em todo o estado, segundo a Rede Sismográfica Brasileira. As cidades afetadas foram Cambuci, Carapebus, Petrópolis, São Sebastião do Alto e Trajano de Moraes.

Veja também

Compartilhe:  

COMENTÁRIOS

EXPEDIENTE

Rodrigo Cabral

Diretor

Fernanda Carriço

Chefe de Reportagem

fernanda.carrico@folhadoslagos.com

Redação, Administração, Publicidade e Assinatura

Avenida Francisco Mendes 226, loja 06, Centro - Cabo Frio - RJ

Propriedade da Sophia Editora Eireli - ME.

CONTATO

Redação

folhadoslagos@ig.com.br redacao@folhadoslagos.com
(22) 2644-4698 - Ramal 206
(22) 9971-7556

Publicidade

(22) 2644-4698 - Ramal 215
(22) 9971-7841

Central do Assinante

(22) 2644-4698
(22) 9971-7841