Pressionada, Prefeitura de Búzios reabre matrículas para o Inefi

Para obedecer à liminar da Justiça, município ainda precisa reabrir as 12 turmas no C.M Paulo Freire

Publicado em 07/03/2018 às 09:40

ALEXANDRE FILHO

A prefeitura de Búzios reabriu ontem matrículas para seis turmas do período noturno do Inefi. Entretanto, para obedecer liminar concedida pela Justiça, ainda resta ao governo municipal reabrir as 12 turmas do Ensino Médio da Escola Municipal Paulo Freire.

Com plenário lotado, a Câmara Municipal de Búzios debateu anteontem os rumos do Ensino Médio do Município. A audiência foi presidida pelo deputado estadual Flávio Serafim (Psol), que é presidente da Comissão Permanente de Educação da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). A prefeitura não enviou representantes para participar da sessão.

– Para mim, [a ausência de representantes do governo] é uma falta de respeito com o governo do estado, com o próprio Flávio Serafim, presidente da Comissão de Educação da Alerj, com os estudantes, com o Legislativo e com o morador – declarou a vereadora Gladys Costa (PRB).

O vereador Lorram Silveira (PDT), que faz parte da base do governo, também não gostou da ausência de um representante da Prefeitura na sessão.

– Eu acho que é ruim. Por natureza, eu sempre fui a favor do debate, do dialogo, é o que eu prego na Câmara. O governo deve ter entendido ser um ato político, foi o que eu ouvi dizer, e por isso não deve ter mandado representante.

O vereador José Carlos Alves de Souza, o Cacalho (DEM), após sugestão feita pelo deputado Janio Mendes (PDT), se comprometeu a elaborar um decreto para derrubar a medida imposta pelo Executivo que anula as matrículas já feitas no Ensino Médio e impede novas matrículas. O decreto deve entrar na pauta da Câmara amanhã.

Segundo o vereador, as 18 turmas do Ensino Médio do Paulo Freire e do Inefi, que foram fechadas (as 12 turmas do Paulo Freire continuam sem matrículas abertas) representam menos de 1% do orçamento total do município, e portanto, o fechamento destas significa “uma economia que não se justifica”.

Apesar de saírem de certa forma satisfeitos com a promessa dos vereadores, e com a abertura de matrículas no Inefi, os alunos que estiveram presentes na audiência afirmam que a ocupação do Colégio Paulo Freire irá continuar.

– A abertura de matrículas no Inefi também é uma vitória, mas por enquanto a ocupação está mantida, porque o decreto ainda não está assinado, e porque nós temos outras pautas, como a melhoria da infraestrutura e a gestão democrática – afirmou Jonas Silveira, de 18 anos, diretor da União Municipal dos Estudantes de Armação dos Búzios (UMEAB) e ex-aluno do colégio.

Para realizar matrícula no Inefi, é necessário levar os seguintes documentos: cópias da certidão de nascimento, comprovante de residência e RG e CPF do responsável, além de protocolo de transferência, duas fotos 3x4 e exame de sangue fator RH. Se o aluno for maior de idade, deve levar os próprios documentos.

Veja também

Compartilhe:  

COMENTÁRIOS

EXPEDIENTE

Rodrigo Cabral

Diretor

Fernanda Carriço

Chefe de Reportagem

fernanda.carrico@folhadoslagos.com

Redação, Administração, Publicidade e Assinatura

Avenida Francisco Mendes 226, loja 06, Centro - Cabo Frio - RJ

Propriedade da Sophia Editora Eireli - ME.

CONTATO

Redação

folhadoslagos@ig.com.br redacao@folhadoslagos.com
(22) 2644-4698 - Ramal 206
(22) 9971-7556

Publicidade

(22) 2644-4698 - Ramal 215
(22) 9971-7841

Central do Assinante

(22) 2644-4698
(22) 9971-7841