Vereador Jefferson Vidal acusa diretora do PAM de ameaçá-lo de morte

​Ele denuncia suposto esquema ‘fura-fila’ em Santo Antônio, mas responsável pela unidade nega

Publicado em 13/09/2018 às 09:17

RODRIGO BRANCO

 

O vereador de Cabo Frio, Jefferson Vidal (PSC), prestou ontem queixa na delegacia contra Sueli Pereira, uma das diretoras do Posto de Atendimento Médico (PAM) de Santo Antônio, que fica no segundo distrito. Jefferson acusa Sueli de tê-lo ameaçado de morte após ele ter denunciado um suposto esquema de ‘fura-fila’ na unidade. Ele afirma que as mensagens de intimidação começaram a chegar pelo celular na última sexta-feira, feriado da Independência.

Segundo o vereador, a diretora ‘segura’ vagas para consultas em diversas especialidades e exames, prejudicando outros pacientes, que chegam à noite no PAM e não conseguem fazer a marcação. Na sessão de terça-feira da Câmara, Jefferson relatou o episódio na tribuna durante quase uma hora e chegou a receber a solidariedade dos colegas.

– Ela disse que se eu citasse o nome dela novamente, ela ia acabar com a minha raça. Disse que eu tinha mexido em um ‘vespeiro’ e que não sabia com quem estava mexendo’ – relatou o parlamentar, que chegou a reproduzir para a reportagem alguns áudios que teriam sido enviados pela diretora do PAM.

Segundo Jefferson Vidal, a diretora ordenaria as vagas por meio de bilhetes para os funcionários da unidade. Alguns servidores ouvidos pela Folha sob a condição de anonimato pela reportagem não apenas confirmaram a prática, como garantem que sofrem constantemente assédio moral por parte da diretora.

– Ela chega a chamar alguns funcionários para a briga. Também vai até a casa de outros para intimidar e dizer que se não participar do esquema vai ser demitido – disse uma servidora, que preferiu não se identificar.

Procurada pela reportagem, Sueli Pereira negou todas as acusações. A diretora devolveu as acusações de que teria poder sobre as marcações. Segundo ela, o vereador faz as denúncias ‘por desespero’ porque estaria perdendo influência política sobre a unidade, em particular, e o segundo distrito, de forma geral. Sueli diz que uma pessoa ligada a Jefferson disse que o vereador ‘passaria o cerol’ se ela atrapalhasse o suposto esquema.

– Quando começamos a trabalhar encontrávamos cabos eleitorais dele marcando consultas. Chamei a responsável pelas marcações, que é ligada a ele, e disse que isso não aconteceria mais. Não vou me intimidar. Vou continuar o meu trabalho, atendendo a população. Darei ao povo o posto de volta – disse a diretora, que disse que apenas os casos considerados mais graves são colocados na frente.

– Quando é um caso de extrema urgência, uma suspeita de infarto, de AVC, damos prioridade a quem precisa. Isso é humanismo – afirma.

O vereador rebateu a versão de Sueli.

– É tudo mentira. Quero que ele me mostre algum prontuário ou alguma prova contra mim. Ela tem que dizer alguma coisa – contra-atacou Jefferson.

Já sobre as ameaças, Sueli admite que falou em ‘mexer com vespeiro’, mas que não se referiu à integridade física de Jefferson, mas ao fato de o vereador supostamente ‘ter rabo preso’, que poderia ser denunciado por ela. Já em relação às acusações de assédio moral contra os funcionários, a diretora desmentiu o vereador e alega ter ‘ótimo relacionamento no posto no posto e no bairro’. Sueli afirmou ainda tratar todos com respeito.

Em nota institucional, o PAM de Santo Antônio afirma não ter recebido qualquer notificação sobre o registro de ocorrência na delegacia. A Subprefeitura de Tamoios também se manifestou e “informa que irá as denúncias de atividade irregular no PAM de Santo Antônio”. O texto diz ainda “que a administração municipal não compactua com qualquer atitude amoral e que será aberta uma investigação interna para apuração dos fatos”. Por fim, a subprefeitura diz que “caso seja constatada alguma infração serão todas as medidas cabíveis”.

*Foto: RC24H

 

 

 

 

Veja também

Compartilhe:  

COMENTÁRIOS

EXPEDIENTE

Rodrigo Cabral

Diretor

Fernanda Carriço

Chefe de Reportagem

fernanda.carrico@folhadoslagos.com

Redação, Administração, Publicidade e Assinatura

Avenida Francisco Mendes 226, loja 06, Centro - Cabo Frio - RJ

Propriedade da Sophia Editora Eireli - ME.

CONTATO

Redação

folhadoslagos@ig.com.br redacao@folhadoslagos.com
(22) 2644-4698 - Ramal 206
(22) 9971-7556

Publicidade

(22) 2644-4698 - Ramal 215
(22) 9971-7841

Central do Assinante

(22) 2644-4698
(22) 9971-7841