Inea e PM fazem megaoperação para demolir casas em Arraial do Cabo

Ação contra imóveis em área ambiental no distrito de Monte Alto tem participação do Batalhão de Choque

Redação I Foto do leitor
Publicado em 15/08/2019 às 07:48

Uma megaoperação para demolir 130 casas construídas em área de preservação ambiental dentro do Parque Estadual da Costa do Sol, acontece no começo da manhã desta quinta-feira (15), no distrito de Monte Alto, em Arraial do Cabo.

A ação foi determinada pelo Ministério Público Estadual (MP-RJ) e conta com a presença de equipes do Inea e 245 agentes de forças de segurança como a Polícia Militar, da Polícia Rodoviária Estadual e do Batalhão de Choque da Polícia Militar. Funcionários da concessionária de energia elétrica também estiveram no local para cortar o fornecimento para as moradias irregulares.

O clima é tenso no local, pois os moradores protestam contra o avanço das retroescavadeiras. A ação levou ao desespero os ocupantes das residências, muitos deles crianças e idosos. Um caminhão foi enviado para transportar os pertences dos moradores, como eletrodomésticos e móveis. Muitas pessoas passaram mal ao ver as casas colocadas abaixo e precisaram ser levadas para atendimento no hospital.

Segundo moradores dos distritos que tentavam seguir para o trabalho, a circulação de ônibus foi suspensa. Segundo a Auto Viação Salineira, a circulação das linhas 470D (Cabo Frio x Pernambuca); 341 (Sabiá x Arraial); 340 (Pernambuca x Arraial) e 121 (Araruama x Arraial) foi interrompida por questões de segurança.

Prefeitura promete dar apoio às famílias

A Prefeitura de Arraial do Cabo se pronunciou sobre a operação conjunta do Inea e da Polícia Militar na manhã desta quinta (15).  O governo municipal prometeu auxílio para as famílias retiradas das ocupações. Confira a seguir a nota da prefeitura:

"Atendendo a determinação do Ministério Público, a Prefeitura de Arraial do Cabo oferece apoio à ação realizada pelo órgão e pelo INEA que acontece hoje (15) no Distrito de Monte Alto. Cabe ao município, através da Secretaria de Assistência Social, Trabalho, Renda e Direitos Humanos, realizar a triagem, acolhimento e o encaminhamento das famílias diretamente envolvidas na ação.

O acolhimento será feito pela equipe técnica composta por assistentes sociais e psicólogos e oferecerá serviços de encaminhamento e transporte de usuários, inserção no Cadastro Único, levantamento e cadastro para emissão de passagens, atendimentos psicológicos. Além disso, será disponibilizado um ônibus e uma Van para a locomoção das famílias dentro do município e o auxílio para quem vai para outros locais, além de alimentação para esses munícipes durante o andamento da operação.

A Prefeitura segue acompanhando o caso, se colocando à disposição das autoridades competentes para auxílio no que for necessário. No momento, a equipe está empenhada em cumprir o papel de proteção social para os municípes".

Matéria atualizada às 17:04h.

Veja também

Compartilhe:  

COMENTÁRIOS

EXPEDIENTE

Rodrigo Cabral

Diretor

Fernanda Carriço

Chefe de Reportagem

fernanda.carrico@folhadoslagos.com

Redação, Administração, Publicidade e Assinatura

Avenida Francisco Mendes 226, loja 06, Centro - Cabo Frio - RJ

Propriedade da Sophia Editora Eireli - ME.

CONTATO

 

Redação

folhadoslagos@ig.com.br redacao@folhadoslagos.com
(22) 2644-4698 - Ramal 206
(22) 99613-2841 | (22) 99933-2196

Publicidade

(22) 2644-4698 - Ramal 215
(22) 99887-3242

Central do Assinante

(22) 2644-4698
(22) 99776-2956