Câmara aprova projeto de lei que batiza Horto Municipal de Antônio Angelo Marques

Ambientalista e fotógrafo morreu em julho deste ano

Redação I Foto: Reprodução
Publicado em 07/09/2018 às 11:07

A Câmara Municipal de Cabo Frio aprovou nesta quinta-feira (6) o projeto de lei 189/2018, que normatiza as atividades no Horto Municipal, que também passa a se chamar Antônio Ângelo Trindade Marques, conhecido ambientalista e fotógrafo da cidade, que morreu no último dia 1 de julho. À época, Antônio Ângelo ocupava o cargo de diretor do espaço.

Pelo projeto, de autoria do vereador Rafael Peçanha (PDT), o uso da área, que fica no Portinho, deve ficar restrito às atividades ligadas à educação ambiental, incluindo o escotismo, produção de mudas e espécies vegetais nativas para recuperação de áreas degradadas e arborização urbana, orientação técnica, fornecimento de insumos, viveiro de plantas nativas e ornamenais, entre outras. O texto agora segue para sanção e publicação pelo prefeito Adriano Moreno (Rede).

Antônio Ângelo era um conhecido ornitólogo (especialista em aves) e foi o fundador e editor da Revista Convés. Em 2016, publicou um livro sobre as aves da Lagoa de Araruama com o biólogo e ambientalista Eduardo Pimenta. 

 

Veja também

Compartilhe:  

COMENTÁRIOS

EXPEDIENTE

Rodrigo Cabral

Diretor

Fernanda Carriço

Chefe de Reportagem

fernanda.carrico@folhadoslagos.com

Redação, Administração, Publicidade e Assinatura

Avenida Francisco Mendes 226, loja 06, Centro - Cabo Frio - RJ

Propriedade da Sophia Editora Eireli - ME.

CONTATO

 

Redação

folhadoslagos@ig.com.br redacao@folhadoslagos.com
(22) 2644-4698 - Ramal 206
(22) 99613-2841 | (22) 99933-2196

Publicidade

(22) 2644-4698 - Ramal 215
(22) 99887-3242

Central do Assinante

(22) 2644-4698
(22) 99776-2956